segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Resenha #22 - Um Amor pra Recordar

Boa Noite queridos e queridas..

O livro de hoje é um livro maravilhoso... Eu, inicialmente, assisti o filme, a mais ou menos 4 anos atrás, e o livro eu li esse ano. Quando o peguei para ler já sabia que ia ama-lo, mais não achei que fosse tanto.
Eu já sabia o que ia acontecer no final do livro, mas nada me impediu de cair em lágrimas, e foram lagrimas mesmo... Sabe aquela coisa de você não conseguir parar, sim foi assim mesmo.


Vamos a resenha

O livro é o relato de Landon, há 40 anos, ele nos leva ao seu passado, aos seus 17 anos, seu ultimo ano na escola, o ano que ele imaginou de um jeito e tudo aconteceu totalmente ao contrário.
O pai de Landon dá ideia do filho se candidatar a presidente do grêmio estudantil, Landon não gosta nada da ideia, pois isso é uma das coisas que não esta nos seus planos, mas quem da a ultima palavra é seu pai ele acaba por se candidatar. Com a ajuda de seu melhor amigo Eric ele se torna o presidente do grêmio estudantil e tem como “trabalho” organizar um baile para os ex’s alunos, como presidente ele está na obrigação de ir acompanhado, o que não é uma tarefa muito fácil. Landon não tem companhia para o baile e se vê com duas únicas opções:
1Ir ao baile com sua mãe, ou,
2 Convidar Jamie Sullivan, a filha do reverendo Hegbert.

Claro que ele não vai com a mãe e, sem outra opção, acaba convidando Jamie, uma garota doce, caridosa, principalmente com o orfanato da cidade, porem é conhecida também como a garota estranha da escola, ela anda pra baixo e pra cima com uma bíblia e pra todos que precisam ela se oferece pra orar por eles.
O baile, até que acaba sendo divertido, tirando o fato que eles acabam no banheiro limpando vomito de Angela, a primeira namorada de Landon.
A história realmente começa quando Jamie, a garota que usa um coque, blusão e sai xadrez, considerada estranha, o chama para conversar e diz que precisa de um favor, que ele seja o protagonista na peça de teatro de natal, que é muito importante para ela e seu pai, pois representa a história deles.  Landon se vê na obrigação de participar, pelo fato de Jamie ir na festa com ele. E é assim que tudo flui, ela primeiro pede pra ele a acompanhar em casa, assim após as aulas todos os dias ele a leva pra casa. No dia da estreia da apresentação ele esta la concentrado nas falas quando de repente o salão fica em silencio absoluto, o que, segundo ele, seria impossível mais silencio, ele sabe que é a vez dela e quando vira, entende o motivo do silencio, ela esta parada na frente dele, parecendo, realmente, um anjo, que é seu papel, com o cabelo solto e um vestido branco.
Na minha opinião é nessa parte que Landon começa olhar Jamie com outros olhos, ou pelo menos admite.
Após isso ele a ajuda a dar um natal especial para os órfãos, ajudando, sem que ela saiba, com o dinheiro. E é na noite de natal que ele realmente vê que a ama. Só não sabe que por trás desses desejos, de participar da peça e fazer com que ela seja especial para o pai, proporcionar um natal especial aos órfãos e casar, tem um propósito maior, o SEGREDO.

Eu que achei que já tinha chorado de mais vi que não tinha chorado nem metade do que era capaz, nesse dia fui dormir com um aperto no coração, em lágrimas e soluços... Ok, todos vão dizer mais que exagero, pois não é, eu realmente fiquei em prantos. Vou sentir falta do casal, passaram mil coisas na minha cabeça enquanto a história ia se desenrolando, “como poderia ter sido a história se o segredo fosse diferente?”.

Eu espero que tenham gostado da resenha, que busquem o livro pra ler e que se emocionem assim como eu, que acreditem na fé que Jamie tem e levem o livro como um aprendizado.

Beijinhos

4 comentários:

  1. Apesar de ser um livro bonito, ainda assim não é meu favorito :/ mas ainda assim acho melhor que o filme ahaha'
    Adorei a resenha, flor.

    Beijocas.
    paixaoliteraria.com

    ResponderExcluir
  2. Eu não sabia que existia o livro, estou querendo assistir o filme algum tempo, agora já quero ler o livro *-*
    beijos
    blog-moranguinha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei muito do livro, também me emocionei, no entanto, entre filme e livro, prefiro o filme. É mais emocionante, e o Landon do filme é muito mais rebelde, o que torna a entrada de Jamie em sua vida muito mais importante do no livro. No filme o dela realmente faz com que ele se torne uma pessoa melhor. Mas, isso não tira o brilho do livro. Continua sendo lindo!

    Bjos
    http://entrereaiseutopias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente é meu livro favorito e com boas razões. A história é linda, o enredo, a lição que nos ensina ..
    Ah.. é extraordinário..
    http://anamenires.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir